Farmácia

O mercado farmacêutico brasileiro já é o sexto maior do mundo e poderá chegar à terceira posição até 2018. Ele é impulsionado pelo tamanho da população, o aumento da renda e a ampliação de programas governamentais de assistência farmacêutica. Fábricas de medicamentos e cosméticos e laboratórios de análises clínicas são grandes empregadores e procuram profissionais bem qualificados, como os bacharéis. No primeiro semestre de 2016 foi registrado um crescimento de 30% na demanda por gestores na indústria farmacêutica. O setor público, representado pelas farmácias populares e pelos serviços de vigilância sanitária, é outro tradicional empregador. Os graduados podem, ainda, atuar na área científica de pesquisa, biologia molecular e toxicologia forense. Em 2014, foi promulgada a lei que exige o farmacêutico em qualquer local de dispensação de medicamentos, o que tornou obrigatória a presença do profissional nas farmácias privadas, bem como nas unidades básicas de saúde (UBS), elevando a procura pelo graduado.

Contato

Consultoria: Profª Ms Ana Dalva Sampaio Lima
Telefone: 73 3222-2330
E-mail: nanadalva@bol.com.br

Informações

Portaria de Autorização: MEC/SESu nº 240 de 30/03/2017, publicada no DOU de 31/03/2017.

Modalidade: Graduação - Bacharelado

Carga Horária: 4.200 horas

Integralização: 10 semestres – 05 anos

Outro nome: Ciências Farmacêuticas

Turno: Matutino e Noturno

Vagas: 100

Objetivo

O Curso de Graduação em Farmácia da FMT tem como objetivo geral graduar o profissional Farmacêutico com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, desenvolvendo atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle, produção e análise de alimentos.

Perfil do Egresso

O farmacêutico estuda a composição de medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados e orienta seu processo de fabricação. Pesquisa e testa substâncias que entram na composição de remédios, cosméticos, alimentos e produtos de higiene pessoal. Registra drogas, distribui e comercializa os produtos e verifica se as normas sanitárias estão sendo cumpridas. Em laboratórios de análises clínicas, faz exames para diagnóstico e acompanhamento de doenças. Em farmácias, distribui medicamentos e prepara fórmulas tradicionais ou personalizadas.

Campo de Atuação

Alimentos: Analisar a ação de determinadas substâncias no organismo humano e controlar a qualidade dos alimentos.

Análises clínicas e toxicológicas: Analisar material biológico para detectar doenças causadas por agentes infecciosos ou intoxicação.

Atenção farmacêutica: Orientar pacientes em drogarias, laboratórios e indústrias farmacêuticas.

Área ambiental: Controlar a qualidade da água, do solo e do ar em determinadas regiões.

Biologia molecular: Fazer análises laboratoriais envolvendo técnicas de biologia molecular, em exames como o de paternidade.

Bioquímica clínica: Analisar exames para verificar as alterações do organismo detectáveis por testes laboratoriais.

Cosmetologia: Formular cosméticos e produtos de higiene em indústrias e farmácias de manipulação. Atuar no controle de qualidade desses produtos.

Farmácia clínica: Acompanhar pacientes submetidos a tratamentos longos. Assessorar médicos e enfermeiros.

Farmacovigilância: Analisar medicamentos e cosméticos para saber se cumprem o que prometem ao consumidor.

Gestão: Comandar um departamento na indústria farmacêutica, administrando custos, projetos e pessoal.

Medicamentos: Pesquisar e testar princípios ativos e novas drogas na indústria farmacêutica.

Pesquisa clínica: Observação clínica de pacientes que recebem medicamentos novos no mercado.

Vendas: Comercializar medicamentos em drogarias ou diretamente para hospitais e postos de saúde. Preparar remédios personalizados, conforme prescrição médica.